galeria UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA, UMA HERANÇA MACABRA DO COMUNISMO!

incendio
O edifício pertence ao INSS, portanto, é propriedade da União. Foi durante muitos anos a sede da Policia Federal em SP. Quando a PF foi transferida para sua nova sede no bairro da Lapa em 2006, o prédio ficou abandonado, há alguns anos foi invadido pelo MTST liderado pelo Sr. Guilherme Boulos, que cobrava até R$ 400,00 mensais de cada invasor, acrescente-se que 30% dos invasores eram “refugiados” africanos, sul-americanos e caribenhos. Com o abandono pelo proprietário (União), o subsolo sofreu infiltrações de águas pluviais e esgoto e estava completamente inundado, todos na região temiam que o prédio pudesse desabar, inúmeras foram as reclamações dos comerciantes do entorno, e que, aliás, eram constantes, especialmente pela propagação de insetos e ratos, com o gravame do edifício estar na região da Rua Santa Efigênia, com grande concentração do maior comércio de eletroeletrônicos da América Latina. A Prefeitura fez inúmeras tentativas de retirar os invasores do Sr. Guilherme Boulos, todas infrutíferas. A tragédia foi amplamente anunciada, e se deu com as bençãos da agenda comunista que dirige os destinos do Brasil, e quem vai pagar a conta são os inocentes úteis usados como massa de manobra dos comunistas liderados pelo PT e Sr. Guilherme Boulos, que perderam suas vidas e os contribuintes pagadores de impostos.
E falta acrescentar que na maioria desses prédios é intenso o tráfico de drogas, eis que, todos eles estão na região denominada de “cracolândia”, com o gravame da presença de estrangeiros africanos, que também são invasores desses prédios e passam o dia transitando pelo entorno, falando os mais variados dialetos, incompreensíveis em seus iphones de última geração, usando roupas e tênis de grife que chegam a custar mais de R$ 2.000,00, sem que se saiba quais são as fontes de renda desses “refugiados” que, aliás, recebem R$ 1.200,00 por mês de auxílio governamental!
Geraldo Freire
 
Anúncios