galeria PERGUNTAS PARA A REDE GOEBELLS

16831820_1309675819090905_4567651555998504438_n

terça-feira, fevereiro 21, 2017 Blog do Aluízio Amorim

35 PERGUNTAS PARA OS DIRETORES E JORNALISTAS DA GLOBO NEWS. OU: CHEGA DE ‘FAKE NEWS’

João Cesar de Melo, do Ilisp – Instituto Liberal de São Paulo, um artista plástico, formado em arquitetura e articulista, decidiu passar a limpo da Globo News, aquela que nunca desliga, ou seja, produzfake news 24 horas por dia. Mas a gota d’água que fez cair a máscara dessa emissora de TV foi a retumbante guinada conservadora que se verifica em todo o mundo ocidental. Mormente a eleição de Donald Trump à Presidência dos Estados Unidos, evento que arrancou a derradeira máscara da dita ‘isenção jornalística’. Não sobrou um só jornalista de verdade na grande mídia, com exceção da Fox News nos Estados Unidos, que ainda possui programas que metem o dedo na ferida e que denunciam sem qualquer rodeio os vassalos de Marx, Lenin, Fidel e criminosos similares.

João Cesar de Melo deu-se ao trabalho de ler Os Princípios Editoriais do Grupo Globo, onde esse conglomerado de mídia apresenta os quesitos necessários da informação de qualidade, descrevendo o que seria um jornalismo imparcial.
A GloboNews reconhece que é impossível ser completamente imparcial, porém, insiste que persegue esse ideal. Diante dessa declaração, o articulista decidiu fazer 35 perguntas as herdeiros do falecido Dr. Roberto Marinho, bem como aos seus sequazes, ou seja, aqueles que promovem a lavagem cerebral bundalelê dos telespectadores por meio de um festival de fake news.
Decidi transcrever para os estimados leitores as 35 perguntas formuladas pela João Cesar de Melo. A Globo News nunca desliga, mas as pessoas inteligentes desligam sem qualquer cerimônia essa máquina de lavar cérebros levando os incautos a aceitar coisas como “Donald Trump é um maluco”; “Lula é um grande líder”; o “comunismo não existe mais”, “o aquecimento global é verdade”, “a direita não é direita, é extrema-direita” e “os terroristas islâmicos são pobres refugiados” e finalmente, “não existe mais os gêneros masculino e feminino”.
Leiam as 35 perguntas à Rede Globo. O texto é longo mas vale muito a pena ler. Depois de ler tudo você estará muito bem “armado” para identificar o que realmente são fatos ou puro delírio ideológico desses idiotas a soldo da ONU, ONGs, União Europeia e outras entidades que se dedicam a detonar a civilização ocidental:

1 –  Por que a GloboNews, que sempre destaca o “avanço da extrema-direita”, se nega a pronunciar o termo “extrema-esquerda” ao se referir a grupos terroristas como MST e MTST, bem como a partidos como PSOL, PCdoB e parte do PT?

2 – Por que a GloboNews, que sempre nos alerta para os perigos do “totalitarismo da extrema-direita”, se nega a pronunciar o termo “ditadura socialista” ao se referir ao regime que impera em Cuba?
3 – Por que a GloboNews se mostrou completamente indiferente aodecreto de Barack Obama que acabou com a política de acolhimento de dissidentes cubanos, mas duas semanas depois passou a dedicar grande parte da programação a repudiar o decreto de Donald Trump que proíbe a entrada nos Estados Unidos de cidadãos de sete países?
4 – Por que a GloboNews, na retrospectiva que fez do governo Obama, não lembrou do gigantesco sistema de espionagem denunciado por Edward Snowden, nem que o democrata foi opresidente americano que mais deportou imigrantes ilegais na história?
5 – Por que a GloboNews se nega a lembrar aos seus telespectadores que a ditadura socialista em vigor na Venezuela conta com o apoio de PT, PSOL e PCdoB?
6 – Por que os apresentadores, jornalistas e comentaristas nunca se deram ao trabalho de questionar o apoio do PCdoB à ditadura norte-coreana?
7 – Por que a GloboNews oferece grande espaço a pessoas que defendem a ditadura cubana que ocorre até os dias atuais?
8 – Por que a GloboNews nunca produziu uma única reportagem sobre as reais intenções e os verdadeiros financiadores dos grupos comunistas-terroristas que existiram durante a ditadura militar brasileira?
9 – Por que a GloboNews frequentemente coloca no ar programas sobre perseguições, torturas e assassinatos promovidos pela ditadura militar brasileira, mas nunca levou ao ar qualquer matéria sobre as perseguições, torturas e assassinatos promovidos pela ditadura socialista cubana?
10 – Por que todos os funcionários da GloboNews são incapazes de chamar Fidel Castro de ditador?
11 – Por que a GloboNews, no último aniversário de Fidel Castro e também na semana de seu falecimento, optou por veicular uma série de reportagens cobrindo-o de elogios e omitindo os absurdos que ele impôs ao povo cubano?
12 – Por que os repórteres da GloboNews que estiveram em Havana para cobrir o funeral do ditador preferiram reproduzir a propaganda oficial de que “o povo estava sofrendo a morte do grande líder”, quando isso não era realidade?
13 – Por que o “jornalismo investigativo” da GloboNews nunca se interessou em fazer reportagens sobre a falácia dos “avanços sociais” em Cuba ou sobre as expropriações e confiscos em massa que os socialistas impuseram aos cubanos?
LEIA MAIS:
VEJA TAMBÉM
Anúncios