galeria BANDIDOS LEGISLANDO

15589787_1137223363056597_2361202613794136356_n

Em 2017, apenas seis itens da atual Constituição permanecerão. O resto será alterado, ou seja: Os comunistas reescreverão a Constituição do jeito que eles quiserem. No site do PSDB, FHC disse que a proposta de alteração eleitoral se dará da seguinte forma: Não se votará mais em um candidato e sim no Partido. Os partidos farão uma panelinha de políticos e o eleitor abestalhado decidirá em qual panelinha de bandido irá votar. FHC e Lula também decidiram que boa parte das propostas que estão nos PNDHs (Projeto Nacional de Direitos Humanos) I, II e III, ambos do PSDB e do PT, se materializarão na Nova Constituição. Isso significa que irão confiscar dinheiro, taxar salários, aumentar impostos, acabar com a PM e reduzir mais ainda o poderio militar brasileiro, acabar com a propriedade privada, desapropriar imóveis urbanos e rurais, desmembrar a Amazônia e etc…(leia mais  POLITICAMENTE IRADO)

NÚMERO DE CRIMINOSOS NO CONGRESSO:
https://drive.google.com/open?id=0Bx6c2XTVi_HvRUFhT2NjTTQwYlE

rodrigo

VIMOS A REDE GLOBO E A ESQUERDA CAVIAR, A SERVIÇO DOS POLÍTICOS, ATERRORIZANDO A POPULAÇÃO DIZENDO QUE PEDIR INTERVENÇÃO É ILEGAL E INCONSTITUCIONAL.

“NÃO É ILEGAL PEDIR INTERVENÇÃO E É ÓBVIO QUE SE A INTERVENÇÃO PODE SER SOLICITADA POR UM REPRESENTANTE DOS TRÊS PODERES, SENDO QUE OS MILITARES JÁ SÃO UM DELES, NÃO PRECISAM DE AUTORIZAÇÃO PARA INTERVIR”

Os militares não precisam de autorização para intervenção constitucional.
Tenho visto algumas interpretações de que para que os militares tomem o poder de forma constitucional deve haver uma ordem por qualquer dos poderes.

Vejamos o que diz a Carta Magna.

Art. 142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.

Podemos observar que temos duas divisões no final do artigo:

Uma que destina-se a defesa de Pátria, a garantia dos poderes constitucionais, sem invocar a forma como isto será feita;

“e,”;

Uma segunda parte que por iniciativa de qualquer dos poderes as forças armadas poderão ser convocadas pois destinam-se também a defesa da lei e da ordem.

A Constituição não fala sequer que os cidadãos precisam ir as ruas para que haja uma tomada constitucional, mas fala da garantia dos poderes. Ou seja, se os poderes estão em perigo, não estão funcionando, funcionando mal, os militares podem assumir o poder.

Vejam que no Brasil não existe poder absoluto sendo que apenas as forças armadas podem faze-lo utilizando em ultima instância um poder absoluto e porque não dizer até arbitrário.

Agora, pense bem: Se os militares resolverem tomar o poder quem será o advogado ou juiz que irá dizer ao contrário, ainda mais se são tão covardes e subservientes ao ponto de manterem os bandidos no poder para garantir o seu?….

Além do mais em nenhum lugar da Constituição Federal diz que a função de juiz e vitalícia, somente os cargos o são, de forma que não precisaria muito para limpar o próprio judiciário e afinal a quem o supremo recorreria? É como se ensina nas faculdades: A Deus?…

Se um golpe ocorrer pode ter certeza que Deus não vai se meter nisto, assim como não se mete na consciência dos juízes que julgam mau, de forma injusta, defendendo bandidos que fazem mal a milhões de pessoas sem que apareça sua culpa e quando aparece dão um jeito de limpar as coisas.

O Judiciário precisaria tomar responsabilidade do que está fazendo, mas se não o faz é porque está envolvido no problema sendo parte dele e isto sim é uma grande porta de abertura para uma intervenção militar no pais.

Talvez uma intervenção não tenha ocorrido ainda por estratégia em razão da possibilidade de várias forças auxiliares, movimentos e até países vizinhos guerrearem entre si, originando um curto momento guerra civil, transtornos nas fronteiras, produção, abastecimento, etc. Fato que pode estar sendo estudado para evitar danos desnecessários.

Não estou dizendo que seja a favor ou contra a tomada do poder pelos militares.

Entendo que o que ocorreu em 1964 foi um grande equivoco, nossos militares foram facilmente enganados pelos americanos, a situação no Pais e no mundo era outra.

Contudo os Militares de hoje também são outros. Cursaram, em escolas, universidades de alto nível, estudando armas, táticas e conflitos no tempo e no espaço que os anteriores não o fizeram. Estamos interligados eletronicamente por toda parte e a criptografia atingiu níveis absurdos. O sistema de informação de hoje torna o SNI dos antigos ditadores um verdadeiro mobral.

Entendo, que se nada for feito, principalmente se o judiciário não fizer seu trabalho, pode sim, haver um intervenção militar com todo o apoio de Carta Magna e até da própria população.

Inácio Vacchiano

http://inaciovacchiano.com/2015/03/07/os-militares-nao-precisam-de-autorizacao-para-intervencao-constitucional-fimdacorrupcao/

venezuela__________________________________________________________

Cruzada Pela Liberdade

PEDIR INTERVENÇÃO NÃO É E NUNCA SERÁ CRIME!!!

Abaixo dá sua Opinião o CMT da Ordem Dourada do Brasil! Como foi Militar de tropa de elite do Exercito Brasileiro que conhece muito bem de Política e Estratégia de Ocupação, que são artigos estudados na Escola Superior de Guerra, diz:

O Artigo 1º da Constituição da República Federativa do Brasil.
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
I – a soberania;
II – a cidadania;
III – a dignidade da pessoa humana;
IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V – o pluralismo político.

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição .

Todo Poder emana do Povo – Jamais que pedir por Intervenção Constitucional Militar poderia ser algum Crime… O Povo unido em uma só voz é Lei Maior em uma democracia legítima. Por isso disse a mensagem abaixo:

“O Povo deve estar muito cego para não ver as estratégias de ocupação dos Criminosos que estão fraudando e estrangulando a Soberania Nacional !

O Clamor Popular precisa atingir a comunidade Internacional, Milhares de brasileiros nas ruas pedindo Intervenção Militar Constitucional! Lembrando que este ato não é estar pedindo para que se retorne o Regime Militar, quem diz isso está agindo de má fé contra a Lei Constitucional. É dever estabelecer a Ordem Democrática. Em governo transitório até que as ameaças não existam mais como aconteceu na indonésia…

Por isso compreendam que é Legitimo pedir a Intervenção Constitucional Militar e sempre devem fazê-lo toda vez que o estado Democrático de Direito for ameaçado! Qdo o estado estiver falido ou aparelhado, quanto mais invadido por legião estrangeira.

Como alerta deixo bem claro como militares que fomos, ou que somos para este cuidado em especial que não podemos nem patriotas civis e nem militares sermos coniventes ou omissos, pois que a cumplicidade com os crimes contra a nação e o seu povo, implica na aplicação imediata do rigor da Lei contida no Artigo 357 CPM !

Quando se tem fraude nas eleições não se é mais um Estado Democrático de Direito e sim torna-se uma Cleptocracia. Onde a Fraude, a desonra, o estelionato eleitoral, todo tipo de brutalidade contra a família e Crimes dos mais diversos são lícitos, todo tipo de atrocidade contra a Soberania nacional, em regimes ditatoriais de inversão de valores, resulta que perde-se o respeito as instituições frente ao seu Povo!

Confiamos nos Generais Infantes que possuem a legalidade como brado de bravura! Até que nos provem o contrário!

Povo Brasileiro é aquele que Nasceu no Brasil! Sou Juramentado em defender a Legalidade de Meu País na 12ª BDA de INF LEVE e 12º PEL PE ” NPB

Anúncios