galeria E AÍ, DONA MARISA?

Lula muito antes da Lava Jato: Será que o Sítio é do Lula ou não? “A MENTIRA  TEM PERNA CURTA”.

14352476_962291997249309_444385141731758578_o

LAVA-JATO: DEPOIMENTO DE LÉO PINHEIRO, EX-PRESIDENTE DA OAS, CAUSA PÂNICO ENTRE POLÍTICOS.
Visite a página. Curta. Escolha a notícia e compartilhe.
https://www.facebook.com/SessentaSegundo

O ex-presidente da OAS disse ao magistrado que pagou propina para blindar as empreiteiras do Petrolão, em 2014, na CPMI da Petrobras. Pinheiro afirmou também que participou de reunião na casa do então senador Gim Argello (PTB-DF) para tratar do assunto e que surpreendeu-se ao encontrar o petista Ricardo Berzoini, à época ministro de Relações Institucionais do governo Dilma. Berzoini participou do encontro porque Dilma estaria preocupada o desenrolar da CPI.

No depoimento ao juiz da Lava-Jato, Léo Pinheiro relatou pagamentos de propina a vários políticos e partidos, como o então senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), à época presidente da CPMI e hoje ministro do TCU, e o deputado federal Marco Maia (PT-RS), que era o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito. Além disso, o empreiteiro teria depositado R$ 1 milhão na conta do PMDB nacional na forma de doação legal, mas que na verdade era pagamento de propina mediante extorsão.
XXX
Como se não bastasse, o procurador-geral da República solicitou ao STF a abertura de inquérito para investigar o senador Romário (PSB-RJ) e os deputados Jutahy Júnior (PSDB-BA) e Rodrigo Maia (DEM-RJ), este último presidente da Câmara. O pedido teve como base a citação dos nomes dos três parlamentares em mensagens trocadas entre Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro.

http://ucho.info/lava-jato-depoimento-de-leo-pinheiro-ex-presidente-da-oas-ao-juiz-moro-causa-panico-entre-politicos

Anúncios