O ANTAGONISTA

OANTAGONISTA

27 de Maio de 2016

Não se deixe levar pela confusão do noticiário

Por Mario Sabino

As gravações de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, divulgadas até agora mostram que políticos do PMDB viram no impeachment uma oportunidade de parar a Lava Jato. Isso tira a legitimidade do afastamento de Dilma Rousseff? É claro que não.

Dilma Rousseff foi afastada (e, se tudo der certo, definitivamente), porque atentou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal e, portanto, contra a Constituição Federal. As fraudes no orçamento cometidas pela petista e o seu séquito de irresponsáveis traduziram-se no rombo de 170,5 bilhões de reais nas contas do governo. Rombo que cancelou as conquistas do passado, sabotou as possibilidades do presente e turvou o futuro da nação.

Tirar a legitimidade do impeachment por causa do teor das conversas indecentes entre Sérgio Machado e Romero Jucá, Renan Calheiros e José Sarney é só mais uma tentativa de confundir os brasileiros. Em política, motivos escusos podem levar a que se faça a coisa certa.

Também podem levar a que se faça a coisa errada. É o caso de Lula. A pretexto de dar ao país um recomeço, ele quer que Dilma Rousseff volte ao Planalto e convoque um plebiscito para aprovar a convocação de novas eleições presidenciais para outubro. Lula deseja candidatar-se, ser eleito, escapar da Lava Jato e, uma vez no poder, tentar melar a operação que está limpando o país. Da mesma forma que Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney quando resolveram trilhar o caminho do impeachment.

Neste momento, leitor, é primordial que você não se deixe levar pela confusão do noticiário. Goste-se ou não dele, Michel Temer é o presidente legítimo. E ninguém — ninguém, mesmo — poderá deter a Lava Jato.

Lula é o chefe do quadrilhão

Lula “gerenciou pessoalmente o esquema de corrupção da Petrobras”. Foi o que Pedro Corrêa explicou à Lava Jato, segundo a Veja. “Uma das passagens mais emblemáticas, segundo o delator, se deu quando parlamentares do PP se rebelaram contra o avanço do PMDB nos contratos da diretoria de Paulo Roberto Costa… [veja mais]

Eleições já?

Michel Temer foi enfraquecido pela Lava Jato e isso pode levar a novas eleições. É o que agumenta Eliane Cantanhêde, no Estadão: “Michel Temer é alvo de três frentes de ataque: as gravações do delator Sérgio Machado com os generais do PMDB…”  [leia na íntegra]

Lula contra Temer

Renan tentou evitar que Janot fosse reconduzido

O Jornal Hoje trouxe mais áudios de Sérgio Machado. Num deles, Renan Calheiros diz que tentou evitar a recondução de Rodrigo Janot à PGR: SÉRGIO MACHADO: Agora uma coisa eu tenho certeza: sobre você não tem nada ainda...  [veja o texto completo]

– “E ela foi quem falou com o pessoal da Odebrecht”
– “Ela vai sair de qualquer jeito”

A indigestão de Lula e Renan

Em 30 de junho de 2015, depois das prisões de Marcelo Odebrecht e Otávio Azevedo, Renan Calheiros reuniu em sua casa Lula, José Sarney, Romero Jucá, Edison Lobão e Delcídio Amaral. De acordo com a Veja, em reportagem publicada nesta sexta... [leia mais]

– O velho mensaleiro acusa Aécio, Mercadante, Padilha e Dirceu
Políticos sem sigilo no STF
– “Renan Calheiros assegura”

Uma coisa é uma coisa

Quando foram divulgadas as conversas de Romero Jucá, Dilma Rousseff disse que elas provavam o golpe. Agora que as mesmas conversas a acusam de ter negociado pessoalmente a propina da Odebrecht, ela alega que os comentários “não têm nenhuma credibilidade”… [veja mais]

Propina para Dilma em 2010

Receba a newsletter de investimentos mais lida do Brasil

O Mercado em 5 Minutos é a principal newsletter gratuita da Empiricus, lida por mais de 2 milhões de leitores!

Dilma na cena do crime

Em 7 de julho, um dia depois de negociar um pacto de proteção mútua com Eduardo Cunha, Dilma Rousseff reuniu-se com Ricardo Lewandowski em Portugal. Segundo a Veja, “a entrada na cena do crime da Odebrecht, que pagou pelos serviços do marqueteiro da campanha pela reeleição, fez a presidente arregaçar as mangas”… [leia o texto completo]

– O pacto de Dilma e Cunha contra a Lava Jato
A delação da Odebrecht

Exclusivo: Pimentel se reuniu com Caoa no hangar do governo de MG

Mensagens de celular trocadas pela cúpula da Caoa com Fernando Pimentel e Benedito de Oliveira, o Bené, revelam que o petista usou a estrutura do governo de Minas Gerais para negociar propina em troca de benefícios tributários à montadora… [leia mais]

– Exclusivo: Pimentel jantou na casa do dono da Caoa
– Pimentel e o grupo CAOA
– Pimentel recebeu propina no exterior

A chantagem contra Temer

Michel Temer está sendo chantageado por senadores que ameaçam votar contra o impeachment, caso o presidente interino não atenda aos seus interesses. Uma das histórias envolve o senador Benedito de Lira e o seu filho, o deputado Arthur Lira… [veja mais]

– Superar essa fase desastrosa da vida nacional

Mário Magalhães e o estupro da razão

Os petistas enlouqueceram. Mário Magalhães, na sua coluna no UOL, relacionou o estupro da adolescente carioca por 33 homens ao fato de Mendonça Filho ter recebido Alexandre Frota. “Prestigiando Frota, Mendonça Filho endossa a cultura de permissividade…” [veja mais]

Michel Temer repudia estupro coletivo e anuncia medidas

Michel Temer também soltou nota sobre o estupro coletivo no Rio de Janeiro, anunciando a criação de um departamento na Polícia Federal para combater especificamente a violência contra as mulheres. “Repudio com a mais absoluta veemência o estupro da adolescente no Rio de Janeiro…” [veja a nota]

– Ministro da Justiça repudia estupro coletivo

 

Anúncios