galeria O ANTAGONISTA

OANTAGONISTA

29 de Abril de 2016

O favor de Dilma

Por Mario Sabino

Uma vez aprovado o impeachment, a oposição teme que Dilma Rousseff acorrente-se à mesa presidencial, para ser retirada à força do Palácio do Planalto.

Se ela vier a dar esse espetáculo, a imagem do Brasil será indelevelmente a de uma república das bananas. É o que somos. Nesse aspecto, Dilma Rousseff nos faria um favor. Fingimos mal ser o que não somos.

O Brasil é bananeiro no gongorismo do Supremo Tribunal Federal. O Brasil é bananeiro na vulgaridade do Congresso Nacional. O Brasil é bananeiro na rapacidade dos seus partidos. O Brasil é bananeiro na poltronice dos seus empresários. O Brasil é bananeiro na caipirice dos seus cidadãos. O Brasil é bananeiro na emotividade despudorada de lulistas e antilulistas. O Brasil é bananeiro na precariedade das suas cidades. O Brasil é bananeiro na mediocridade das suas universidades. O Brasil é bananeiro na indigência da sua cultura.

Os modernistas tentaram transformar os nossos defeitos de república das bananas em qualidades maravilhosas que nos diferenciavam de todos os outros povos, bananeiros ou não. Essa balela extravasou o meio intelectual e passou a ser vendida em todo tipo de propaganda — da política à de chinelos. Foi assim que esquecemos Machado de Assis e passamos a adorar Oswald de Andrade. Foi assim que fomos de Joaquim Nabuco a Lula.

Dilma acorrentada à mesa presidencial cancelaria de uma vez o nosso auto-engano.

Sociedade criminosa

Para os procuradores da Lava Jato, João Santana, Mônica Moura e o PT formavam uma sociedade criminosa: “A partir do esquema de corrupção implementado pelo Partido dos Trabalhadores e do trabalho de marketing exercido por João Santana e Mônica Moura em favor do partido (tanto no período eleitoral quanto fora dele), os dois grupos lucravam ilicitamente…” [veja mais]

Moro acata novas denúncias
Sobram apelidos

Uma escolha racional

Janaina Paschoal fez um trabalho extraordinário, juntamente com Miguel Reale e Hélio Bicudo. Eu, Diogo, tenho uma estátua dela na sala de estar. Mas o PT está tentando associar o impeachment a personagens pitorescos como aqueles deputados que, na hora de votar, homenagearam suas mulheres… [leia na íntegra]

Veja também: Fazendo de conta

O powerpoint perpétuo

O powerpoint de Deltan Dallagnol é mais demolidor do que qualquer discurso. Ontem ele provou que o PT saqueou a Petrobras para se perpetuar no poder. E que a Odebrecht pagou propina ao PT para perpetuar o saque à Petrobras: “A partir do esquema de corrupção implementado pelo PT e do trabalho de marketing exercido por João Santana e Monica Moura em favor do partido…” [veja o texto completo]

Próximo passo: extinguir o PT

Enquanto o Senado debatia o impeachment, a Lava Jato demonstrava que Dilma Rousseff foi eleita com dinheiro roubado da Petrobras. Nós já sabíamos disso. Mas as denúncias contra Feira, Dona Xepa, Vaca e Marcelo Odebrecht destrincharam o esquema de propina do PT como jamais havia sido feito… [leia mais]

Janot contesta delações da PF

O site Jota informa que Rodrigo Janot entrou com ação no STF contestando lei que concede aos delegados de polícia legitimidade para tocar delações. O procurador alega que os delegados estão fazendo algo que deveria ser feito pelo MP. “A destinação de investigações policiais é, principalmente, subsidiar a atuação do Ministério Público… [veja mais]

Janot: “Não faz sentido”

Cunha tem de sair

Fábio Cleto, da Caixa Econômica Federal, confirmou os pagamentos de propina a Eduardo Cunha, segundo a Folha de S. Paulo. Foram 52 milhões de reais em troca da liberação de verbas do FGTS para o Porto Maravilha… [leia na íntegra]

Receba a newsletter de investimentos mais lida do Brasil

O Mercado em 5 Minutos é a principal newsletter gratuita da Empiricus, lida por mais de 2 milhões de leitores!

Dilma acorrentada

Eliane Cantanhêde, do Estadão, disse que “há um temor, na oposição, de que Dilma articule um ‘gran finale’ para o processo de impeachment e para seus anos de governo. Algo como se acorrentar à mesa presidencial e forçar uma retirada à força do palácio… [veja na íntegra]

O espirro de Dilma

Temer quer vender tudo

O Estado deve vender “tudo o que for possível”. Esse é o programa de Michel Temer. E é o programa certo, que O Antagonista apoia. O Globo antecipou um trecho: “O Estado deve transferir para o setor privado tudo o que for possível em matéria de infraestrutura…” [leia mais]

11,1 milhões de desempregados

O IBGE divulgou há pouco que o desemprego no primeiro trimestre deste ano ficou em 10,9%, a maior taxa desde o início da série histórica da Pnad Contínua, quatro anos atrás. Dilma é uma recordista.

O pior número

Estrangeiros por mais três anos no Mais Médicos

Dilma, neste momento, assina uma MP que prorroga por três anos a permanência de estrangeiros no Mais Médicos. Gritos de “não vai ter golpe” no Palácio do Planalto. Dilma vai praticar crimes até o último minuto.

Anúncios