TEMPO NOVO

CÉLIO EVANGELISTA E SEU FUZIL LITERÁRIO

Estamos no limiar de um dia de enormes expectativas para a nação. Menos pra mim. Em 1997, escrevi na referência história da Academia Brasileira de Comunicação: “E tive a visão de um TEMPO NOVO; tudo nele era confuso,como confuso é todo o trabalho de parto, mas me levou à convicção de um “milagre macro” no seio do mundo, sobre o qual roguei o conselho de Deus e ele não me atendeu, como é do seu feitio, ou do meu jeito de ser atendido. Mas, antes de sair do transe mediúnico, vi relações conturbadas do Brasil com a Bolívia, Venezuela e outros; muita agitação, com movimento de tropas militares e soldados detonando armas; aviões de guerra rasgando o espaço; devastações e incêndios saiam deles. Depois disso, eu andava pelas ruas, em todas as cidades brasileiras e via lojas cheias de roupas mas não havia quem as comprasse. Havia bastante silêncio, mas…

Ver o post original 454 mais palavras

Anúncios