galeria MÁFIA DA LAVA JATO NO TSE

 

12311270_1695642630680238_8271846215901293957_nO MINISTRO DIAS TOFFOLI FOI NOMEADO POR DILMA PARA FAZER JOGO DUPLO NO PODER. TOFFOLI PRESIDE O TSE E JULGA NO STF. SEMPRE A SERVIÇO DO PT, TOFFOLI QUE ADVOGOU PARA O PARTIDO, ESTEVE TRANCADO DENTRO DE UMA SALA DO TRIBUNAL ELEITORAL COM SEU AMIGO E PARCEIRO LÉO PINHEIRO MOMENTOS ANTES DE ANUNCIAR A VITÓRIA A DILMA ROUSSEFF.

Léo pinheiro preside a OAS, a empreiteira investigada na Lava Jato que segundo a Polícia Federal, desviou bilhões de reais da estatal. Pinheiro articulava o esquema subornando vários parlamentares do Congresso Nacional e foi preso pela Polícia Federal quando estava prestes a viajar para a Africa.

No dia 13 de novembro do ano passado, o engenheiro Léo Pinheiro, trocava mensagens em um celular com um amigo. Na ocasião, o empreiteiro parecia tranquilo e informava: “Estou indo para a África na segunda”. Depois, perguntou: “Você vai ao aniversário do ministro Toffoli no domingo?”. O amigo respondeu que ainda não sabia se compareceria à festa. Marcaram um encontro para o sábado no Rio de Janeiro e outro para segunda-feira, 17, em São Paulo.

Léo Pinheiro acabou não indo à África, ao Rio, a São Paulo nem ao aniversário do ministro. A Polícia Federal prendeu o engenheiro horas depois da troca de mensagens. Seis meses se passaram e esse diálogo, aparentemente sem relevância, ganhou outra dimensão. Léo Pinheiro foi solto meses depois em um julgamento dividido, em que o voto do ministro Toffoli foi decisivo para sua libertação.

Toffoli votou com o relator, o ministro Teori Zavascki, para conceder habeas corpus ao empreiteiro Ricardo Pessoa, da OAS. A decisão logo estendida aos demais presos da Lava-Jato. Se Toffoli tivesse votado contra a concessão do habeas corpus, Pessoa e Léo Pinheiro teriam sido mantidos atrás das grades.

Léo Pinheiro faz parte da Máfia do petrolão e também estava trancado com Dias Toffoli dentro do TSE durante a estranha apuração que deu a vitória a Dilma Rousseff. O outro candidato da esquerda, Aécio Neves parecia liderar as eleições até o momento que Dias Toffoli e o amigo se trancaram na sala. Minutos depois Toffoli saiu nervoso da sala e comunicou a imprensa que Dilma havia ganho as eleições.

Aécio, o “salvador da Pátria de araque”, liderava com uma margem de 5%, e parecia que ia ganhar a disputa. Um pouco antes da noticia que o Tucano parecia que ia ganhar a eleição Dias Toffoli entrou na sala. Se houve fraude, ninguém sabe, apenas Toffoli pode responder por isso. No entanto, o fato é estranho e causa muitas suspeitas, uma vez que Toffoli tem o poder de manipular as máquininhas diabólicas do TSE.

A nojeira do poder e a ligação de corruptos e de bandidos com homens da justiça é algo que mereceria uma investigação mais profunda. Toffoli teve seu irmão envolvido em um escândalo de corrupção, é amigo intimo de corruptos, amigo de Lula e de Dilma Rousseff, foi advogado do PT e será sempre um suspeito em atos que beneficie bandidos e políticos do PT. Se o Brasil não tivesse um Crime Organizado instalado dentro do Planalto Central, certamente que Toffoli não seria nem Juiz do STF e muito menos iria presidir o TSE.

Mas aqui é a Brasilândia das Banânias, terra de bandidos e das facções criminosas que governam o país.

FONTE: http://cristalvox.com.br/…/mafia-da-lava-jato-estava-dentr…/

CURTA NOSSA PÁGINA: https://www.facebook.com/Politicamente-Irado-1397388943838…/

CURTA NOSSO GRUPO: https://www.facebook.com/groups/851548761546071/?fref=ts

 

Anúncios